O Instituto

O Instituto do Milênio de Materiais Complexos (IM2C) está entrando em sua segunda edição, com sede no Instituto de Química da Universidade de São Paulo, e participação de 19 grupos de pesquisa da UNICAMP, UFPE, IFRJ, UFPR, PUC-RJ e UFC. A coordenação está sendo exercida por Henrique Eisi Toma e Paulo Sérgio Santos (Vice), e o gerenciamento está sob responsabilidade de Koiti Araki. A missão do IM2C é promover o desenvolvimento científico centrado na pesquisa e exploração de estratégias experimentais e teóricas em sistemas supramoleculares, nanotecnologia e materiais, no contexto das Ciências da Complexidade. Será mantida a tradição de promover o desenvolvimento de aplicações e transferência de tecnologia para o setor produtivo, além de gerar conteúdos de domínio público. Atividades cooperativas articuladas de forma integrada e abrangente, deverão gerar novos conhecimentos, idéias e produtos inovadores; especialmente nas áreas de sensores e bio-sensores, catálise, nanomateriais, nanopartículas, reconhecimento molecular, interações moleculares no estado gasoso, modelagem molecular, eletroanalítica, transistores moleculares, dispositivos e materiais luminescentes e eletroluminescentes, baterias, fármacos, materiais poliméricos funcionais, além de nanocompósitos e nanomateriais moleculares. As inovações tanto em metodologias e técnicas, quanto de processos e produtos, continuarão sendo objeto central de interesse do Instituto. Para isso o IM2C destaca-se pelo diferencial de congregar expertises nas mais diferentes áreas. Com renovado ímpeto, o IM2C deverá prosseguir em suas atividades, reforçando e criando novas interações, proporcionando ao mesmo tempo, um ambiente intelectual onde pesquisadores e estudantes poderão conduzir pesquisas multi- e interdisciplinar de alto nível.

separador
(C) 2006 - IM2C
conteúdo: koiaraki @ iq.usp.br