Logo IQ
  Logo USP

Iniciação Científica

Bolsas de Iniciação Científica

A Iniciação Cientifica é um instrumento que permite introduzir os estudantes de graduação, potencialmente mais promissores, na pesquisa cientifica. é a possibilidade de colocar o aluno desde cedo em contato direto com a atividade científica e engajá-lo na pesquisa. Nesta perspectiva, a iniciação científica caracteriza-se como instrumento de apoio teórico e metodológico à realização de um projeto de pesquisa e constitui um canal adequado de auxílio para a formação de uma nova mentalidade no aluno. Em síntese, a iniciação científica pode ser definida como instrumento de formação.

A iniciação científica é um dever da instituição e não uma atividade eventual ou esporádica. é isso que permite tratá-la separadamente da bolsa de iniciação científica, já que se toma a IC como um instrumento básico de formação, ao passo que a bolsa de iniciação científica é um incentivo individual que se operacionalizar como estratégia exemplar de financiamento seletivo aos melhores alunos, vinculados a projetos desenvolvidos pelos pesquisadores no contexto da graduação. Pode-se considerar a bolsa de iniciação científica como um instrumento abrangente de fomento à formação de recursos humanos. Nesse sentido, não se pode querer que todo aluno em atividade de IC tenha bolsa. é fundamental compreender que a iniciação científica é uma atividade bem mais ampla que sua pura e simples realização mediante o pagamento de uma bolsa.

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC

O PIBIC é um programa centrado na iniciação científica de novos talentos em todas as áreas de conhecimento, e administrado diretamente pelas instituições. Voltado para o aluno de graduação, e servindo de incentivo à formação, privilegia a participação ativa de bons alunos em projetos de pesquisa com qualidade acadêmica, mérito científico e orientação adequada, individual e continuada. Os projetos culminam com um trabalho final avaliado e valorizado, fornecendo retorno imediato ao bolsista, com vistas à continuidade de sua formação, de modo particular na pós-graduação.

OBJETIVOS

Em relação aos orientadores:

  • Estimular pesquisadores produtivos a engajarem estudantes de graduação no processo acadêmico, otimizando a capacidade de orientação à pesquisa da instituição;
  • Estimular o aumento da produção científica;
  • Estimular o envolvimento de novos pesquisadores na atividade de formação;

Em relação aos bolsistas:

  • Possibilitar a diminuição do tempo de permanência do bolsista na pós-graduação;
  • Preparar os melhores alunos para a pós-graduação;
  • Despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, mediante sua participação em projetos de pesquisa,
  • Introduzindo o jovem universitário no domínio do método científico;
  • Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa;
  • Despertar no bolsista uma nova mentalidade em relação à pesquisa.

DURAÇÃO E RENOVAÇÃO DA BOLSA

A bolsa é concedida por um período de 12 meses, contando a partir de agosto. Cabe lembrar que o aluno receberá a sua primeira parcela em setembro.
Quanto às renovações, admite-se até duas, desde que o bolsista apresente bom desempenho no seu plano de trabalho e bom rendimento acadêmico.


Critérios para seleção (e renovação) à bolsa de iniciação científica do programa institucional de bolsas de iniciação científica (PIBIC/USP/CNPq)

O Instituto de Química dispõe de uma quota de bolsas, dentro do Programa PIBIC, que é gerenciada pela Comissão de Pesquisa.
Tendo em vista a necessidade de se estabelecer critérios para a seleção de candidatos às bolsas de iniciação científica do programa PIBIC/USP/CNPq (e renovações de bolsas), para uma melhor orientação dos professores/orientadores e possíveis candidatos, a Comissão de Pesquisa do Instituto de Química da USP, aprovou os seguintes pontos a serem considerados na avaliação dos orientadores, candidatos e respectivos projetos de pesquisa:

Quanto aos orientadores:

1. Uma vez que um dos objetivos deste programa é incentivar pesquisadores produtivos do quadro de docentes da Universidade, um dos itens a serem considerados na seleção é a capacidade do orientador gerar trabalhos científicos de qualidade, i.e., que tenham sido publicados em periódicos de expressão internacional e com arbitragem, ou cujo trabalho de pesquisa tenha gerado patente(s) ou livro(s) cujo conteúdo seja relevante para qualquer dos níveis de ensino de Química.
2. O orientador deve demonstrar empenho no acompanhamento dos trabalhos de pesquisa dos bolsistas. Este empenho será avaliado quando da apresentação dos relatórios parciais e finais apresentados pelos bolsistas e orientadores.
3. Dar-se-á prioridade aos orientadores que possuam projetos de pesquisa aprovados por agências financiadoras nos últimos 5 anos.
4. Estabelece-se como prioridade atender aos docentes/orientadores que estejam no quadro de docentes (efetivos ou contratados) da ativa.

Quanto aos candidatos à bolsa:

1. Estar regulamente matriculado em curso de graduação, e apresentar excelente rendimento acadêmico.
2. Dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa.
3. Ter cursado o primeiro ano do curso de graduação e, não estar no último ano do mesmo para ingresso no programa.
4. Não possuir qualquer vínculo empregatício.
5. Solicita-se que os candidatos já tenham estagiado (com ou sem bolsa) por pelo menos três meses com a(o) professor(a).

Quanto ao projeto de Pesquisa:

O projeto de pesquisa proposto deve ter relevância científica, tecnológica ou educacional, e deve proporcionar ao bolsista a aprendizagem de técnicas e métodos científicos modernos, bem como estimular o desenvolvimento do pensamento científico e da criatividade.


DOCUMENTAÇÃO NECESSáRIA PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA NOVA/RENOVAÇÃO

Novas bolsas

1. Plano de pesquisa;
2. Cópia do Cic do aluno (não podemos aceitar por determinação do CNPq CIC de terceiros (pai, mãe, etc), bem como protocolo.
3. Histórico Escolar do Aluno, completo, com nome das disciplinas por extenso, e do qual constem as eventuais reprovações e trancamento de matrícula do candidato. Não serão aceitos os históricos escolares "limpos" contendo apenas a nota final de aprovação dos cursos já realizados.
4. Preenchimento dos formulários (adquiridos na Seção de Apoio aos Colegiados - bloco 6 superior, sala 667).
5. Curriculum vitae do orientador, que poderá ser na forma resumida, desde que conste: orientações completadas e em andamento, publicações, participação em congresso e auxílios recebidos (a partir de 1993).

Renovações

1. Justificativa detalhada do orientador para continuidade do bolsista.
2. Relatório parcial (já entregue)
3. Histórico Escolar do Aluno, completo, com nome das disciplinas por extenso, e do qual constatem as eventuais reprovações e trancamento de matrícula do candidato. Não serão aceitos os históricos escolares "limpos" contendo apenas a nota final de aprovação dos cursos já realizados.

Obs. Somente serão analisados os pedidos de renovação de bolsas dos alunos que entregarem o Relatório Final (vigência 2000/2001) na data estipulada pela Comissão de Pesquisa.

SELEÇÃO

A seleção dos bolsistas será feita pela Comissão de Pesquisa e divulgada pela Seção de Apoio aos Colegiados.

COMPROMISSO DO BOLSISTA

Após a divulgação do resultado, os bolsistas selecionados deverão encaminhar-se à Seção de Apoio aos Colegiados, bloco 6 superior, sala 0667, para a assinatura de Termo de Compromisso junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para, assim, efetivar o seu ingresso/permanência no referido Programa.

O bolsista ao aceitar a Bolsa de Iniciação Científica deverá se comprometer cumprir com a Bolsa pelo período total.

Cancelamentos destas bolsas tem causado grandes dificuldades à Instituição e somente serão considerados em casos excepcionais.


RECEBIMENTO DOS PROVENTOS DA BOLSA

O valor da bolsa é de R$ 241, 51 (Duzentos e quarenta e um reais e cinqüenta e um centavos).

Para receber os proventos da bolsa, o aluno deverá se dirigir até o Banco do Brasil - Agência Cidade Universitária - a partir do quinto dia útil do mês de outubro, para retirar o seu cartão magnético. Caso, ainda, o cartão não esteja a disposição, o aluno deverá se dirigir até a gerência do banco para retirar um cheque nominal.

Informações Complementares:
Seção de Apoio aos Colegiados
Bloco 6 superior - Sala 0667
Telefone: 3818-3843 / 3818-2053
Fax: 3818-2053
E-mail: kallikat@iq.usp.br

separador
Copyright © Seção Técnica de Informática -IQUSP
conteúdo: fabiosil @ iq.usp.br